De Olho Na Novela

O Salvador da Pátria registra feito histórico de audiência no Canal Viva

Lima Duarte (Sassá Mutema) em O Salvador da Pátria; novela emplaca ótima audiência em estreia no Canal Viva (Imagem: Bazilio Calazans / Globo)

O primeiro capítulo de O Salvador da Pátria (1989) garantiu a liderança de audiência da TV paga para o Canal Viva. A novela de Lauro César Muniz voltou ao vídeo na última segunda-feira (12) consolidando a segunda melhor estreia da faixa das 14h30 – atrás apenas de Torre de Babel (1998), reapresentada há quase cinco anos. As informações são do portal Telepadi, de Cristina Padiglione.

A chegada de Sassá Mutema (Lima Duarte) ao Viva atingiu mais de 1 milhão de pessoas. A liderança se deu nos dois horários de exibição, 14h30 e 0h50. O acréscimo nos índices do período vespertino foi de 14% no comparativo com as quatro semanas anteriores, quando a faixa abrigava Sassaricando (1987). Já no horário noturno, 11% mais audiência, também em relação às quatro semanas anteriores.

O início de O Salvador da Pátria também repercutiu bem na web. Usuários do Twitter celebraram o resgate tanto pelo talento dos envolvidos, quanto pela temática. As cenas concebidas por Lauro César Muniz escancaram mazelas políticas ainda em voga. A liberdade sexual – diante do fim da Censura ligada ao regime militar – também impactou o público.

Sassá, cabe lembrar, é alvo de um ardiloso plano do deputado Severo (Francisco Cuco) e de sua esposa Gilda (Susana Vieira). Ele desposa a amante do poderoso, Marlene (Tássia Camargo), evitando a disseminação de boatos sobre o caso extraconjugal por meio do radialista Juca Pirama (Luís Gustavo). Este, aliás, tem telhado de vidro; no caso, o envolvimento com narcotráfico que custa a liberdade de seu irmão João (José Wilker).

Com direção geral de Paulo Ubiratan, ‘O Salvador’ reúne figuras hoje distantes da TV, como a própria Tássia. Também Lúcia Veríssimo (Bárbara) e Narjara Turetta (Rafaela). A personagem de Lúcia é embalada por Bem Que Se Quis, música que projetou Marisa Monte. Outro hit da trilha sonora é Lua e Flor, de Oswaldo Montenegro, que acompanha a paixão de Sassá pela professora Clotilde (Maitê Proença).

Além de tais méritos, O Salvador da Pátria contou com a força de Mulheres Apaixonadas (2003), folhetim de Manoel Carlos em sua última semana de exibição no Canal Viva – Da Cor do Pecado (2004), assinada por João Emanuel Carneiro, assume o horário das 23h nesta segunda-feira (19). Também A Viagem (1994), clássico de Ivani Ribeiro, em sua segunda passagem pelo Viva.

AvatarDa Redação

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

O post O Salvador da Pátria registra feito histórico de audiência no Canal Viva apareceu primeiro em RD1.

Comments
To Top